Imprensa Nacional na 5.ª edição do Festival de Literatura-Mundo do Sal

Promovido pela Câmara Municipal do Sal, com a curadoria científica da Professora Inocência Mata e a organização da Rosa de Porcelana Editora, o Festival de Literatura-Mundo do Sal tem como objetivo ajudar a consolidar a ilha do Sal como centralidade literária em Cabo Verde e inscrevê-la como Ilha Literária reconhecida internacionalmente.

Na edição deste ano, o certame decorreu entre os dias 8 e 11 de junho e homenageou as figuras de Dulce Almada Duarte e de Antonio Tabucchi. Participaram no festival 14 escritores e professores cabo-verdianos e 17 estrangeiros.

A Imprensa Nacional voltou também a marcar presença e fez-se representar pelo seu administrador executivo, Duarte Azinheira.

A editora pública portuguesa apresentou neste festival dois dos seus mais recentes títulos: a obra distinguida com o Prémio Literário Arnaldo França 2022, O Sabor da Água da Chuva e Outras Memórias da Amiga Perfeita, de Joaquim Arena, e Escritos Ucranianos, de Jorge Carlos Fonseca, o primeiro título, do antigo Presidente da República de Cabo Verde, publicado na Imprensa Nacional.

Ambas as sessões realizaram-se na Kasa d’Artes, nos dia 9 e 10 de junho respetivamente. Duarte Azinheira participou ainda, no dia 10 de junho, na mesa-redonda «Edição e Circulação do Livro», juntamente com Francisco Tomar, Hélio Cruz, Henrique Levy e Barbara Mesquita.

Este ano a Imprensa Nacional-Casa da Moeda concretizou uma doação de livros para a Biblioteca Municipal Jorge Barbosa, voltando a assegurar assim a sua missão de promoção e divulgação da língua portuguesa.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...