Desenhar a moeda – O Clima

A resposta nas nossas mãos

Onde quer que estejamos, o clima está lá. Atualmente, com a crise climática, ele está também no pensamento de todos – sobretudo dos mais jovens, que herdarão o planeta que lhes deixarmos. Assim, «O Clima» foi o tema escolhido para a terceira edição do concurso «Desenhar a Moeda», uma parceria entre a INCM e a comunidade escolar de um município. Depois de Aveiro e Setúbal, este ano foram os alunos da Guarda a apresentar os seus projetos. De entre 582 propostas, o 1º prémio foi atribuído a Tiago Ferreira, estudante do 6.º ano da Escola Carolina Beatriz Ângelo.

O concurso «Desenhar a Moeda» sensibiliza as novas gerações para a relevância da moeda como veículo de cultura e de valores, dá a conhecer o seu processo de fabrico e promove a criatividade.

A moeda «O Clima» é única não só pela urgência do tema, mas também pelo seu processo de produção: uma técnica inovadora que a equipa da Casa da Moeda desenvolveu com a empresa portuguesa Extruplás, que recicla e recupera plásticos mistos. Os discos coloridos que vemos no interior das moedas de prata, e que simbolizam cada uma das três cores principais dos ecopontos, são um polímero proveniente de material reciclado, adaptado à integração no metal no momento da cunhagem.

Com a emissão desta moeda comemorativa, a INCM vem sensibilizar todos os portugueses para a urgência da proteção ambiental, lembrando que as respostas estão nas mãos de cada um.

A Casa da Moeda apresentou no dia 14 de março, a moeda comemorativa «O Clima», numa cerimónia que contou com a participação do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, que sublinhou a importância educativa e pedagógica do projeto Desenhar a Moeda.

Além do Ministro, marcaram presença na sessão de apresentação o Presidente da Câmara da Guarda, Sérgio Costa, o Vogal do Conselho de Administração da INCM, Alcides Gama, e o professor de educação visual Carlos Panoias, que acompanhou a iniciativa junto dos alunos guardenses.

As moedas, de acabamento normal e especial, tiveram como limite de emissão a quantidade de 30 000 moedas e 6 000 moedas, respetivamente, tendo a primeira sido colocada em circulação no passado dia 3 de março, e sendo previsível a comercialização da moeda prata proof no próximo mês de Abril.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...