A Sustentabilidade na INCM

A INCM – Imprensa Nacional Casa da Moeda, resulta da fusão, em 1972, da Casa da Moeda, o mais antigo estabelecimento fabril do Estado português, com uma laboração contínua desde, pelo menos, o final do século XIII, com a Imprensa Nacional, que desde a sua fundação, há mais de 250 anos, então designada por Imprensa Régia, já imprimia passaportes, diplomas legislativos e outros documentos de caráter oficial.

A sustentabilidade na INCM não é, portanto, um conceito novo, é uma marca indelével da sua história, resultante de uma forte capacidade de adaptação à sua envolvente e da procura permanente de constituir um contributo relevante para a evolução do país, desde logo no cumprimento dos compromissos que lhe foram sendo confiados pelo Estado português

Permanecendo fiel à sua missão e aos seus valores, a empresa tem-se sabido reinventar ao longo dos séculos, sempre de olhos postos no futuro. Hoje, a INCM está presente no quotidiano dos portugueses e no mercado internacional através do desenvolvimento de soluções de elevada segurança e com forte incorporação tecnológica, nomeadamente no âmbito dos documentos de identificação e de viagem e dos selos de autenticação de produtos.

A sustentabilidade na INCM é, assim, antes de mais, a responsabilidade assumida de uma instituição multicentenária preservaro seu legado histórico e de o colocar ao serviço das próximas gerações, respeitando as necessidades presentes dos seus diferentes stakeholders e parceiros e do seu País.

A forma como a INCM interpreta e como age para cumprir este desígnio estratégico de sustentabilidade variou ao longo do tempo, muito embora a natureza e os valores da empresa desde sempre lhe conferiram um sentido de serviço público e de compromisso com a sociedade.

O caminho que a INCM pretende trilhar no presente triénio mantém como pressupostos-base a sustentabilidade económico-financeira da empresa, o respeito pelos valores ambientais e sociais para com todas as partes interessadas e, em particular, para com os seus colaboradores, mantendo também a cultura como dimensão privilegiada para a sua atuação, por estar intimamente associada à sua missão. 

A estratégia adotada para a sustentabilidade da INCM assenta nas 7 orientações estratégicas estabelecidas para a empresa e nos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS), sendo suportada nos mecanismos já disponíveis para o envolvimento das partes interessadas e para o governance da sociedade, designadamente através de um Comité de Sustentabilidade.

A concretização das ações que constituem a Agenda para a Sustentabilidade da INCM são desenvolvidas primariamente nas seguintes dimensões de atuação:

  • Inovação Aberta, 
  • Igualdade e Diversidade, 
  • Saúde e Bem Estar, 
  • Promoção e Defesa da Língua Portuguesa,
  • Responsabilidade Social, e 
  • Evolução e Eficiência Ambiental.

Inovação Aberta 

A Inovação Aberta consiste em criar iniciativas que promovam o desenvolvimento de produtos inovadores, sustentáveis e com impacto na sociedade, através do envolvimento da Comunidade Científica enquanto parte interessada. 

Esta atuação é alicerçada numa rede de inovação constituída por universidades, centros de investigação e startups, que atualmente envolvem mais de 70 investigadores, a que se somam as colaborações resultantes de laboratórios colaborativos e de bancos de ideias internos.

Este compromisso traduz-se atualmente num prémio de inovação (Prémio IN3+) que representa um investimento anual de um milhão de euros, com um enorme impacto na transformação digital da empresa, mas também na própria rede de inovação e na sociedade, através de um modelo de partilha de propriedade intelectual.

Igualdade e Diversidade 

A garantia da incorporação nos valores e práticas da INCM dos princípios de Igualdade e Diversidade é também um dos pilares da sustentabilidade, promovido através da criação de condições no local de trabalho e na sociedade que incentivem a igualdade de oportunidades, reconhecendo e valorizando diversidades e um ambiente inclusivo.    

Destacam-se, neste plano, as múltiplas iniciativas inerentes à implementação do seu Plano de Igualdade de Género, à certificação no âmbito da Conciliação da Vida Profissional com a Vida Familiar e Pessoal, e à sensibilização quanto à Diversidade e Enviesamento Inconsciente.

Saúde e Bem Estar 

O desenvolvimento e a participação em iniciativas visando garantir o acesso à saúde de qualidade e a promoção do bem-estar para todos, em todas as idades, constitui outro dos pilares da sustentabilidade com especial impacto nos trabalhadores e nas suas famílias, incluindo os aposentados. 

Incluem-se, neste domínio, a gestão e disponibilização de uma rede de cuidados de saúde, a promoção do desporto e de uma alimentação saudável, a realização de campanhas de prevenção e sensibilização, entre muitas outras ações.

Promoção e Defesa da Língua Portuguesa 

A intervenção no âmbito da Cultura está ancorada na missão da INCM e no seu legado histórico, envolvendo a programação e a realização das atividades de responsabilidade cultural da empresa, tendo como princípio orientador a promoção da língua e cultura portuguesas.

Neste plano de atuação, com forte reconhecimento e impacto na sociedade, inclui-se a edição de obras essenciais à cultura e língua portuguesa, a manutenção do Museu Casa da Moeda, do Arquivo Histórico e da Biblioteca da Imprensa Nacional, bem como um conjunto diversificado de iniciativas de incentivo às artes e literatura, e de divulgação da língua e obras da cultura portuguesa.

Responsabilidade Social 

O compromisso de promover uma ética baseada nos valores da empresa e uma cultura de apoio e envolvimento ativo na comunidade, é considerado na Agenda para a Sustentabilidade da INCM na dimensão de Responsabilidade Social. 

Para cumprir este desígnio a INCM compromete-se a promover e desenvolver ações de voluntariado corporativo, possibilitando o envolvimento de colaboradores, respetivos familiares, reformados e parceiros da empresa em iniciativas com impacto na comunidade, promovendo o bem-estar comum.

Evolução e Eficiência Ambiental 

Finalmente, a Agenda de Sustentabilidade da INCM contempla um conjunto alargado de iniciativas no plano ambiental, nomeadamente no que diz respeito ao consumo consciente dos recursos, na gestão dos resíduos e no desenvolvimento de produtos com o mínimo possível de impacto ambiental

Destaca-se, neste âmbito, a incorporação de matérias-primas recicláveis/biodegradáveis nos seus produtos, a reutilização e valorização de desperdícios e resíduos fabris, e o desenvolvimento de políticas e sistemas transversais de procurement sustentável e de gestão técnica de recursos.

O contributo da INCM para a redução do impacto ambiental faz-se também num plano coletivo, designadamente através da adesão ao Pacto para a Mobilidade Empresarial da Cidade de Lisboa e à iniciativa Lisboa Capital Verde 2020, no âmbito das quais se inserem ações, por exemplo, de eletrificação da sua frota automóvel e de aproveitamento da energia solar.

O cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, conforme o seu enunciado, “requer uma ação à escala mundial de governos, empresas e sociedade civil para erradicar a pobreza e criar uma vida com dignidade e oportunidades para todos, dentro dos limites do planeta”, pelo que, estamos certos de que,é determinante que, cada um de nós, participe e assuma a sua responsabilidade.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...